Fundamentos do Tantra: Um Guia Abrangente para Iniciantes

Qual é a primeira coisa que vem à mente quando você ouve a palavra tantra?

A maioria dos iniciantes diria sexo ou um derivado do sexo como: sexualidade sagrada, uma abordagem espiritual do sexo, sexo para melhores relacionamentos e intimidade mais profunda, sexo excêntrico para apimentar sua vida sexual ou algumas posições eróticas e acrobáticas para alcançar a satisfação sexual. .

A verdade é: Tantra não é nada disso! O que levanta a questão… o que é realmente o tantra? É aqui que a história fica um pouco mais complicada.

O que é realmente o Tantra?

O Tantra é uma tradição rica em tecnologias, técnicas e práticas espirituais, o que fica claro em uma coleção de escritos dos anos 300 e 400 d.C. são definidos. Esses numerosos e variados textos pertencem a uma das várias tradições esotéricas enraizadas na filosofia hindu e budista. Quer saber mais sobre o mundo tantra? Acesse https://tantri.com.br/

De acordo com algumas fontes, a palavra tantra é uma combinação de duas palavras em sânscrito: tanoti (expansão) e rayati (libertação). Nesse sentido, tantra significa liberar energia e expandir a consciência além de sua forma grosseira. Em outras palavras, o tantra é um método para expandir a mente e liberar energia potencial adormecida, e seus princípios formam a base de todas as práticas autênticas de yoga.

Outros definem o tantra como a teia ou rede, uma referência à verdade universal de que tudo em nossa realidade está entrelaçado, conectado e interdependente com tudo e todos os outros.

Em suma – e como uma definição MUITO simplificada – podemos definir o tantra em termos de dois princípios primários e fundamentais:

  1. Tantra é a ciência e o  estudo da energia
  2. Tantra é um  caminho espiritual abrangente para a evolução da alma e da consciência humana

O que o Tantra NÃO é

Tantra não é sexo

Antes de nos aprofundarmos nos mistérios detalhados do que é o tantra, é importante saber o que ele não é. Em primeiro lugar, o tantra não é sexo. Embora seja verdade que existem ensinamentos que tratam de sexo e sexualidade dentro da amplitude de tudo o que constitui o tantra, eles não são de forma alguma a base desse sistema vasto e abrangente. De fato, os ensinamentos do sexo tântrico compõem apenas 5-10 do conhecimento tântrico.

Visualize o sistema geral do tantra como uma árvore velha e madura com muitos galhos. O sexo tântrico é um único galho de toda a árvore tantra – um galho que contribui com suas partes individuais para fazer uma árvore inteira, completa e robusta.

Tantra não é uma religião

Tantra também não é uma religião. É um sistema espiritual não-denominacional que pode ser praticado por qualquer pessoa com a atitude e dedicação corretas.

As religiões são de natureza exotérica, o que significa que abrangem o anel externo ou círculo de adeptos ou participantes, enquanto o tantra é esotérico – dirige-se ao círculo interno. Em suma, as religiões são projetadas para as massas e o tantra é projetado para poucos.

As escrituras, ensinamentos e práticas tântricas são intencionalmente velados apenas para iniciados – aqueles que demonstraram que atingiram certos níveis de realização espiritual – ela pode entender. Tradicionalmente, os verdadeiros ensinamentos tântricos, pelo menos os autênticos, eram guardados de perto e transmitidos oralmente de mestre a discípulo somente após longos períodos de preparação, prática e purificação. Felizmente, essas gemas espirituais são mais acessíveis aos buscadores espirituais modernos do que eram nos tempos antigos.

Dogma e crença não têm base na tradição tântrica. O Tantra, por outro lado, é uma ‘autociência’, um estudo prático do eu. Em outras palavras, os ensinamentos e técnicas são transmitidos ao praticante pelo Mestre, mas em última análise, cabe ao indivíduo fazer sua própria prática espiritual para ver pessoalmente os frutos e colher os resultados das técnicas fornecidas.

De onde vem o tantra?

Muito debate envolve as origens, história e prática do conhecimento complexo e às vezes controverso conhecido como tantra.

Até onde sabemos, vem de tradições antigas na Índia, cerca de 3.000 a 5.000 anos atrás. Naquela época nasceu um sistema espiritual único que forneceu respostas poderosas, explicações e práticas relacionadas à energia, divindades, estrutura do universo e da realidade, ioga, filosofia e metafísica.

Como o Tantra Veio para o Ocidente

Diz-se que o Tantra chegou ao Ocidente pela primeira vez no século 19, quando seus fundamentos filosóficos foram apresentados a estudiosos curiosos. Nas décadas de 1960 e 1970, o Ocidente experimentou o renascimento espiritual e a abertura sexual da revolução hippie.

O paraíso sexual positivo e sensual prometido pelos ensinamentos sexuais dos Tantras tornou-se atraente para esta geração. A partir desse ponto, a dimensão espiritual do tantra tornou-se cada vez mais oculta e desconhecida para aqueles que a descobriram, e a abordagem sexual tomou conta. Essa distorção ainda prevalece hoje, pois muito poucos buscadores têm a sorte de encontrar ensinamentos autênticos que abordam toda a árvore e suas raízes espirituais – não apenas um ramo fascinante da sexualidade.

Fonte de Reprodução: Getty Imagem

Tantra: A Ciência e o Estudo da Energia

Os mestres tântricos compreenderam uma verdade fundamental e universal – tudo nesta realidade é feito de energia.

O que é energia?

A energia é uma força universal que está dentro de nós e ao nosso redor. É infinito na natureza e tem um potencial enorme. Por que os tântricos estavam interessados ​​em energia? Porque quando devidamente decifrado, usado e implantado, pode ser usado para avançar rapidamente uma pessoa no caminho espiritual.

Existem muitos, muitos tipos diferentes de energia em ação em nossa realidade e no universo. Independentemente do tipo, TODA a energia funciona de acordo e está sujeita a certas leis. Desbloqueie essas leis e você essencialmente ganha a chave mestra para controlar e dominar toda a energia.

Tomemos a eletricidade, por exemplo, que é uma forma de energia. Por meio de pesquisas científicas, as pessoas conseguiram decifrar as leis que fundamentam a eletricidade. Como resultado, a eletricidade não era mais entendida como um conceito etéreo, mas como um evento tangível e sensorial que poderia ser gerado sob comando e à vontade. Quer entender mais o mundo tântrico, acesse https://tantri.com.br/

Como isso é relevante para você?

Quando tudo em você e ao seu redor é composto de diferentes tipos de energia – o corpo físico, dinheiro, emoções, pensamentos, mente, amor, sucesso, relacionamentos, um carro, uma casa, saúde – e as leis que regem são diferentes tipos de energia que são descobertos para que uma pessoa possa se tornar essencialmente o mestre de sua própria vida e um mestre do universo.

Quando isso acontece, as pessoas não são mais vítimas do acaso e da coincidência, mas controlam, ditam e criam suas próprias vidas e, portanto, suas próprias realidades e destinos. Um ser humano pode transcender a dualidade e realizar sua verdadeira natureza. Esta é a definição de liberdade suprema e libertação espiritual.

Chakras

Para entender melhor a energia, é útil entender os chakras. Pode-se dizer que a ciência dos chakras vem do tantra; Há referências claras aos sete chakras em muitos textos tântricos antigos escritos há milhares de anos.

Os sete chakras não são apenas um conceito vago ou abstrato da Nova Era, mas para os tântricos tão reais e tangíveis quanto seus próprios membros, um exemplo da mais profunda sabedoria antiga. Esses sofisticados centros de energia humana servem como antenas, permitindo que os humanos se comuniquem, coordenem, ressoem e se sintonizem com o universo e uma variedade de energias universais.

Em sua imersão na Ciência da Energia, os antigos mestres tântricos estudaram exaustivamente todas as energias universais e as leis que as governavam. Eles também tentaram entender como a energia funciona no homem no prisma dos chakras – os mediadores entre o macrocosmo do universo e o microcosmo do homem. Os chakras permitem que algo finito na natureza (seres humanos) acesse o infinito (energia universal) e um potencial que pode ser aproveitado e usado para fins espirituais.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Tantra

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Previous post O que saber sobre a contratação de um pedreiro?
Next post Varizes