Entenda tudo sobre gestão administrativa de condomínio

Administração de condomínios (também: administração WEG) descreve a tarefa do administrador no direito, ou seja, administração da propriedade comum (Lei do condomínio). Como em casos não é uma pessoa específica que atua como gerente, mas os proprietários têm que lidar com (vários) funcionários de uma empresa de gestão, o termo gestão da casa própria também é usado coloquialmente quando se refere ao órgão que órgão, diz a equipe especialista em administrar o condomínio https://prismaadm.com.br.

A administração comercial inclui a administração de salas ou edifícios que não são usados ​​para fins residenciais. Como regra, são edifícios de escritórios e administração, lojas de departamentos, shopping centers, centros médicos e armazéns. Aqui, também, o administrador é o substituto do proprietário e supervisiona o uso e aluguel dos prédios e terrenos de uso comercial.

Qualificação

A administração da WEG não está juridicamente vinculada à qualificação profissional, ou que é principalmente crítica de defesa de administradores e grupos pelos consumidores para tratar de uma atividade de alta complexidade e responsabilidade. Restrição à determinação de grupos como profissionais ou habilitações por parte de administradores (violação de seção 6 da WEG). É formação profissional completa não setor imobiliário, como “escriturário de imóveis e habitação”, “escriturário de imóveis” ou “assistente de imóveis” ou outra qualificação equivalente.

Graduar-se em universidade ou faculdade técnica também pode formar uma base de prática profissional. Um diploma com conteúdo em administração de empresas e/ou faria sentido jurídico aqui. Construção técnica e três regulares sobre a jurisprudência atual também são aconselháveis. Em geral, não faz necessariamente sentido que a administração de uma empresa de associação de proprietários tenha o conhecimento especializado e protegido em caso de administração de uma propriedade financeira. Uma empresa de gestão de maior dimensão pode oferecer disponibilidade aos colaboradores, e também oferecer especialização aos colaboradores em aspectos jurídicos como questões comerciais, não técnicas ou técnicas, mas muitas vezes se encontra nas imediações do objeto.

No caso de condomínios de pequeno porte – principalmente se forem ocupados exclusivamente pelos proprietários – também pode fazer sentido nomear o administrador WEG dentre os proprietários. Como resultado, pode-se obter economias em termos de taxas de administração, bem como suporte (tempo) intensivamente devido à proximidade com a propriedade.

Fonte de Reprodução: Getty Imagem

Tarefas comerciais

  • Elaboração e revisão de planos de negócios
  • Faturamento, incluindo controle de fatura e verificação de documentos
  • Contabilidade e auditoria de todas as entradas e saídas de dinheiro
  • Cobrança de dívidas, planejamento de liquidação, rentabilidade, prestação de contas aos proprietários
  • Gestão e agendamento de transações monetárias, processamento de débitos diretos
  • Conta de limpeza, incluindo débito mensal e cobrança em caso de atraso no pagamento
  • Gestão de contas correntes, depósitos fixos e poupança
  • Iniciação ou preparação de contas de aquecimento
  • Cálculo e solicitação de contribuições especiais
  • Regulamentação de assuntos de pessoal para funcionários da WEG (zelador, lixeiro, conselho administrativo), incluindo pagamentos de salários, averbamentos de salários e pagamentos de imposto salarial, contribuições previdenciárias, reporte ao fisco, seguro saúde, órgãos previdenciários, etc.
  • Participar de vendas de casas

Tarefas técnicas

  • Monitoramento de objetos, se necessário através de inspeções regulares
  • Registo dos valores de consumo (aquecimento, água, eletricidade)
  • Planeamento, adjudicação, acompanhamento e faturação de trabalhos de manutenção e remodelação, incluindo consulta de preços, concursos, adjudicação de contratos, controlo de faturas, notificação de defeitos, cumprimento de reclamações de garantia
  • Cumprimento das obrigações de segurança no trânsito, incluindo inspeções TÜV e proteção contra incêndio, bem como conformidade com os regulamentos técnicos (por exemplo, para persianas, estacionamento duplo, sistemas de aquecimento, sistemas de elevadores, sistemas de elevação e ventilação)
  • Organizando reparos de danos por artesãos
  • Reembolso de relatórios de danos às seguradoras e ao poluidor
  • Faça a liquidação do seguro
  • Instruções para artesãos e zeladores
  • Pedido de chave
  • Comissionamento de especialistas
  • Desenvolvimento de conceitos de uso
Fonte de Reprodução: Getty Imagem

Deveres legais

  • Representação legal da comunidade de proprietários
  • Observância de todas as condições e regulamentos da estrutura legal (incluindo termos e condições gerais, WEG, BGB, regulamentos estaduais de construção, regulamentos de segurança operacional, regulamentos de custos de aquecimento, regulamentos de sistemas de aquecimento e sistemas de incêndio)
  • Negociação com autoridades e obtenção de licenças públicas
  • Conclusão e revisão de contratos (contratos de seguro, contratos de manutenção)
  • Iniciando reclamações por atraso de pagamento
  • Participação em audiências judiciais, impugnação de resoluções, ações judiciais para pagamentos de casas,
  • Representação perante/com advogados e em tribunal
  • Serviços jurídicos de acordo com o §5 da Lei de Serviços Jurídicos
  • Aplicação das atuais mudanças na lei e jurisprudência à WEG
  • Negociação e celebração de contratos de manutenção

Tarefas organizacionais

  • Correspondência com proprietários e inquilinos de condomínios alugados
  • Organização e realização da assembleia de proprietários, incluindo agendamento, agenda, atas
  • Elaboração de atas de reunião e atas de deliberações
  • Gestão de coleções de decisões
  • Estabelecimento e cumprimento das regras da casa
  • Criação e distribuição de circulares e avisos
  • Gerenciamento de reclamações
  • Desenvolvimento de medidas para cumprir prazos e evitar desvantagens jurídicas
  • Observação de compromissos no local e no tribunal

Reconhecendo as diferenças: Existe a possibilidade de diferenciar a WEG da administração de imóveis separadamente?

No início do artigo, explicamos os termos da administração da WEG e da contratação de contratos separadamente. No entanto, as vezes não são tão fáceis de interpretar como características especiais de forma de administração. Você já conhece as responsáveis ​​importantes para as principais perguntas sobre esse tópico? Por exemplo, os dois têm algo em comum? Mas como ele diferem?

Para uma melhor visão você encontrará uma lista que pode melhorar a qualidade entre a WEG e a melhor visão de especiais. Conosco você aprenderá todas as diferenças entre a WEG e a gestão de propriedade privada sem ter que ler textos longos ou perder tempo em uma pesquisa demorada:

Fonte de Reprodução: Getty Imagem

Definição: administração da WEG explicada

O que é administração WAY? A chamada administração de condomínios cuida de todos os assuntos, bem como da administração de bens comuns. A base legal para isso é a lei de propriedade residencial alemã. Uma área de administração imóveis, condomínios e instalações inclui. A gestão do imóvel pode ser realizada por um de nossos proprietários residenciais para uma administração externa da WEG. A comunidade de proprietários decide por maioria de votos quem assume como tarefas de administração. Saber mais sobre os direitos, deveres ou atribuições de uma administração condominial? Leia mais sobre isso em nosso blog separadamente: O que significante administra WAY?
Aquele você encontrará aspectos que valem a pena conhecer não apenas sobre a gestão da casa própria, mas também o administrador WEG, tarefas básicas e possíveis.

Definição: para a gestão da propriedade privada

O que é gestão especial de propriedades? Assuma uma gestão dos chamados imóveis especiais, como condomínios ou propriedade fracionada não residencial. Partes de apoio de apoio, escadas da propriedade, todo o telhado, escadas, sistemas utilizados para a casa (§ 5 2º WEG) ou outras coisas que estão combinadas como conjuntos ao uso dos conjuntos (uma base legalmente relevante pode ser encontrada em (§ 5 2º WEG)) não são bens considerados separadamente.

No caso de gestão especial de imóveis, são confiadas a uma sociedade gestora de imóveis como tarefas comerciais, técnicas e também jurídicas relacionadas a um condomínio com o auxílio de um contrato de gestão. Em particular, o proprietário do apartamento pode transferir os assumidos complexos relacionados com empresa o arrendamento de um condomínio para uma empresa externa de gestão de propriedades especiais.

FONTE: https://por-leitores.jusbrasil.com.br/noticias/2620766/afinal-o-que-faz-uma-administradora-de-condominios

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Previous post Benefícios da troca de bateria
Next post O que é marketing digital?